13 maio, 2008


Sim querida minha o tempo tem me dito da falta dele sim querida minha ele me diz sussurrando às vezes gritando de quando em vez que nunca me deu relógios que os relógios tem vontade própria e que tem bocas enormes e que comem gente diz que o relógio que comeu meu pai minha tia minha vó diz que vai me comer querida minha com ou sem meu consentimento pergunto coisas e ele ri com cara de mau com cara de bom com cara de nada digo amor e ele ri dizendo amor não existe digo juventude e ele gargalha e diz ilusão digo dor e ele me olha com olhos de cão sem dono fala que a dor é a primeira moradora do universo diz que tudo mais é desencanto sim querida minha ele senta em minha porta e diz que senta em todas diz pra não me preocupar com os cabelos brancos ou com qualquer outra coisa diz que o flamengo pode ganhar ou perder e não importa diz que tanto faz tomar um porre ou se entupi de remédios tudo tudo tudo tudo não passa de perda de tempo. Não perca tempo querida minha. Ou perca. Tanto faz.

Um comentário:

Iza Greff disse...

"And I don't mind
and you don't mind
I'm wasting all your time."


sim, querido.