22 novembro, 2007


Abro a porta.
O coração amotinado
Ergue a cabeça, sai,
Sem cautela alguma
Como se inexpugnável fosse.
2
Notícias da alemanha:
A carne enlouquece
Vacas e galinhas tremem de medo
Croatas tremem
De medo e frio
Parados no semáforo.
3
O branco quadro negro
Não anima.
Amigos em nome
Afogados no nada
No silêncio do nada.
A camareira para na soleira
Solta o balde, o rodo, o pano sujo
Horrorizada.

Um comentário:

Peixes em peixes disse...

Muito bom.